Entenda os Açúcares e a Saúde segundo a Coca-Cola

Por Ada Bento e Camila Araújo

Recentemente o PropagaNUT recebeu um e-mail da Coca-Cola sobre a importância do açúcar para saúde:

instituto de bebidas coca-cola

O email dá acesso a um link com um texto que aborda os diversos mecanismos em que há envolvimento do açúcar e a importância desse nutriente. Destacamos algumas partes para reflexão:

QUALIDADE NA DIETA

“Em seu exame de dados relacionados à ingestão de açúcares e micronutrientes para o relatório Dietary Reference Intakes (DRI) de 2002 sobre carboidratos na dieta, o Institute of Medicine dos EUA descobriu que a ingestão muito alta ou muito baixa de açúcares adicionados estava associada à diminuição da ingestão de micronutrientes. O relatório sugeriu um nível de ingestão de 25% ou menos de calorias (energia) de açúcares adicionados à dieta total, baseado nos dados que mostraram ingestão diminuída de alguns micronutrientes em alguns grupos populacionais excedendo esse nível.”

Quando se fala sobre “açúcares”, podemos pensar em “carboidratos”. Os carboidratos são os componentes dos alimentos cuja principal função é fornecer a energia para as células do corpo, principalmente do cérebro. São encontrados em maior quantidade em massas, arroz, sacarose (ou açúcar de mesa, que é adicionado em bebidas ou como ingrediente em receitas), mel, pães, farinhas, tubérculos (como batata, mandioca e inhame) e doces em geral (Fonte: Manual de orientação aos consumidores/ Anvisa). Contudo, pequenas e médias quantidades de carboidratos também podem ser encontradas em alimentos frescos, como frutas e vegetais.

Se pensarmos que uma pessoa tem um consumo moderado de carboidratos provenientes de frutas, muito dificilmente ela terá um prejuízo no aporte de nutrientes. Contudo, se uma pessoa tiver um consumo moderado de alimentos ricos em açúcar (sacarose), como é o caso de refrigerantes, muito provavelmente ela terá um déficit no consumo de nutrientes. Desta forma, se uma pessoa tiver um consumo exagerado de alimentos ricos em sacarose, as chances de deficiências nutricionais será grande.

CONTROLE DE PESO

“O relatório assinalou ainda que “[a] distribuição de macronutrientes na dieta de uma pessoa não é a força motriz por trás da atual epidemia de obesidade” e que “não há proporção ideal de gordura, carboidratos e proteínas na dieta para manter um peso corporal saudável, para perder peso ou para evitar o ganho de peso após a perda de peso. É a quantidade total de calorias ingeridas que é essencial.” Além disso, o relatório afirma que se o “valor calórico total é mantido constante, há pouco suporte para quaisquer efeitos sobre o consumo de energia e o peso corporal devido às calorias consumidas sob a forma líquida ou sólida. “

Será então que se consumíssemos 1000 calorias de Coca-Cola em um dia, seria a mesma coisa que se consumíssemos essas 1000 calorias provenientes de uma alimentação saudável? A resposta é não! Uma dieta balanceada é essencial para a perda de peso saudável, por isso, além da quantidade total de calorias é importante sim que haja uma distribuição equilibrada de macronutrientes na dieta e uma boa qualidade geral da alimentação.

DIABETES

“As causas do diabetes continuam a ser um mistério, embora os fatores genéticos e ambientais pareçam desempenhar um papel importante. A obesidade e a falta de exercícios são importantes na suscetibilidade ao diabetes tipo 2. Curiosamente, os açúcares não estão “fora dos limites ” para as pessoas com diabetes. Atualmente as recomendações nutricionais da American Diabetes Association (ADA) não fornecem diretrizes específicas para a ingestão de açúcares, exceto para observar que os açúcares e outros carboidratos podem ser substituídos um pelo outro em uma base de grama por grama”

No caso do diabetes, é importante destacar que fontes alimentares ricas em açúcar, como é o caso de refrigerantes, aumentam a glicemia muito rapidamente, de forma que as pessoas com diabetes não conseguem metabolizar esse excesso de açúcar de maneira eficiente, gerando os quadros de hiperglicemia e piorando a situação.

Qual a real intenção dessa empresa ao elaborar textos desses tipo? Divulgar informações científicas sobre saúde ou amenizar o seu lado, já que as principais críticas quanto ao seu produto mais famoso é o teor de açúcar?

Apesar de se respaldarem em literaturas científicas, vale destacar o provável conflito de interesse de algumas publicações e a interpretação tendenciosa, realizada pela Coca-Cola, sobre as publicações mais sérias.

Por definição, conflito de interesse é um conjunto de condições que interferem em um julgamento, de forma que um interesse primário, seja comprometido em detrimento de um secundário. Por isso, devemos ficar atentos àquilo que está sendo divulgado, pois por trás de um texto bem elaborado e com referências cientifícas, pode haver outros interesses diferentes daqueles que pensamos ser o primário.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s