A “moda” do aleitamento materno

Por Camila Araújo e Camila Leão.

O aleitamento materno não é uma “moda” atual para a alimentação infantil. Na verdade, o leite em pó industrializado é que virou moda, transmitindo paras as mães (e para muitos pediatras também) a noção de que é uma opção muito melhor ao leite materno. Ora, desde o início dos tempos todos os seres humanos foram amamentados com o leite materno, cresceram e se desenvolveram excelentemente bem – que o diga a evolução humana. Já é um consenso (um tanto quanto óbvio) que o leite materno é um alimento completo para o bebê.

O leite artificial é importante somente para os casos em que a mãe não pode amamentar. Para os outros casos, o aleitamento materno exclusivo e em livre demanda é recomendação da Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Pediatria (que não costumam se pautar pelos modismos, mas pela ciência).

Contudo, a indústria das fórmulas infantis não está nada satisfeita com essa nova “moda” de re-conscientização da população sobre a importância do aleitamento materno, afinal, eles é quem param de lucrar…

Vejam a reportagem que encontramos:

Há um ano: Leite em pó

A tal moda de amamentar está me dando fome… E todos os adultos achando que tô chorando por cólica
Por Margarida – 26.11.2013

matéria_chorar

Estou deixando minha mãe meio apavorada. É porque eu choro muito. E ela continua não entendendo. Vou contar a verdade: Minha mãe está com pouco leite… Acontece nas melhores famílias. Mas como eu nasci no século 21 – em uma família que pode ir ao supermercado – existe uma solução incrível chamada LEITE EM PÓ. Os cientistas – são os homens que inventam as coisas novas – conseguiram inventar um leite bem parecido ao leite da minha mãe, é uma maravilha.

O problema é o de sempre: minha mãe não me ouve. Ela fica achando que eu tô chorando de cólica, e eu tô chorando de fome! Cólica é uma coisa que eles dizem para todos os problemas que a gente tem. Quando não sabe o que é, é só dizer que é cólica! Mas pra vocês entenderem a cólica e o leite em pó vou ter que falar de outro assunto.

Aqui na Terra tem uma coisa chamada “moda”. Todo mundo se influencia por ela. A moda faz as pessoas mudarem de ideia e acreditarem no extremo oposto do que acreditavam antes. É assim, dependendo da moda você logo muda de idéia. A moda depende do lugar, da época e não sei mais do quê, mas serve pra tudo: eu já vi para comida, roupa, educação. Isso só em três semanas, então é seguro que sirva pra mais coisa.

Tô dizendo isso porque aqui onde nasci, no Brasil, está super na moda amamentar! Então a maravilhosa invenção do leite em pó anda malvista… E nem passa pela cabeça da minha mãe – que, infelizmente, se influencia pelo o que pensa a maioria – que eu seria muito mais feliz se ganhasse, depois do peito, um pouquinho de leite em pó.

Tem uma senhora muito simpática que vem quase todo dia aqui em casa. Ainda não entendi porque ela passa tanto tempo aqui – e ninguém me explicou. O nome dela é Maria. Uma visita diferente porque as outras visitam costumam ficar paradas e ela fica de um lado pro outro levando coisas, arrumando, limpando. De vez em quando, ela fala para alguém: “Ah, se a mãe dela saísse um pouquinho, eu bem que dava uma mamadeira bem grande, aposto que esse bebê está chorando de fome”. A Maria, que não liga pra moda, tem boa intuição. Mas nada da minha mamãe sair de casa…

É o problema de sempre… Os adultos basicamente só entendem as palavras. No resto da comunicação eles não vão muito bem.

Ai que fome, quero mais leite e o da minha mãe já acabou… É difícil mesmo essa vida na Terra…

Reparem que o texto foi publicado numa revista voltada para pais! Que tipo de informações estão sendo passadas, afinal?! Serviço de desinformação maior, impossível…

milnutri-pefAh, vale ressaltar ainda que na página em que o texto foi publicado existe uma  publicidade da fórmula Milnutri, da Danone. Coincidência?! Claro que não…

Matérias como essa perpetuam a ideia de que o leite materno é “fraco” e que não está atendendo às necessidades da criança.

O recado que gostaríamos de deixar: Pais, fiquem atentos ao conteúdo que acessam e analisem criticamente as informações!

nestle-boycott-twins“A menos que você já tenha visto essa imagem antes, vai se chocar quando souber que esses bebês são gêmeos.  A mãe foi levada a acreditar que ela não teria leite suficiente para os dois. Então ela alimentou o menino no seio, enquanto a avó alimentou a menina na mamadeira. A menina morreu dias depois da foto.” Fonte: Jemjabella Imagem tirada pela UNICEF

Texto interessante sobre esse assunto: MANUAL DIGITAL DA MATERNIDADE RADICAL: FORMULA FIX – Super Duper.

Em resposta ao texto publicado, gostaríamos de deixar um dos comentários da página, que ensina bem a “pobre Margarida” sobre a realidade:

Oi, Margarida

Eu não sou bebê, já fui, faz muito tempo. Tive um bebê como você, mas ela também já está grandinha. Ela e eu passamos pela fase da amamentação. Sim, olha como essa moda já existia. Eu mamei na década de 70 e minha filha nos anos 2000. Aliás, querida Margarida, um dia você também pode ser mãe e amamentar seu filhote, sabe como? Com os peitos. Os seios que você terá quando começar a ficar “mocinha”. É para isso que eles estão ali, para amamentar.

Existem algumas mulheres que realmente não conseguem amamentar, o que é uma pena, porque a amamentação é a alimentação perfeita para bebês como você. Para estas mulheres sim, estes homens que inventam as coisas novas criaram o leite em pó, a fórmula . Para o resto das mulheres que pode amamentar, o leite em pó é algo completamente desnecessário. Infelizmente, algumas pessoas, como a sua mãe, estão desinformadas sobre a amamentação. E você, Margarida, poderia ensiná-la. Leite fraco é uma lenda, não acredite nisso não. E achar que amamentação é moda é muito feio. Parece até que ninguém frequentou direito as aulas de ciências quando o professor ensinou que o ser humano é mamífero.

A Maria, que parece ser bem legal, não tem boa intuição não. Maria está errada. Mas não culpe Maria, ela deve ter lido alguns textos em revistas e sites voltados para pais onde se encontram algumas grandes besteiras escritas. Mas eu entendo você, não deve ser fácil aprender sobre amamentação numa página com o patrocínio de uma fórmula.
Porque o legal mesmo é assim, cada um tem a sua opinião e faz o que bem entender com a sua vida, mas quando essa nossa opinião pode influenciar outras pessoas, ela precisar ser verdadeira.

Boa sorte, Margarida.

Por Chelly Cardoso.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Notícias

Uma resposta para “A “moda” do aleitamento materno

  1. Pingback: A Danone e o descumprimento à NBCAL | PropagaNUT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s