Chocolate pode MESMO comer sem culpa?!

Por Camila Araújo e Camila Leão.

Vocês viram a revista Veja dessa semana?

veja chocolate

Chocolate pode MESMO comer sem culpa?!

É preciso ter cuidado e senso crítico ao ler esse tipo de informações! Uma revista de grande circulação, como é a Veja, não foi nada cuidadosa ao divulgar essa matéria.

Muitas vezes as pessoas não tem acesso à reportagem  e, ao ler apenas a capa, tomam isso como uma verdade absoluta – logo abaixo do título de capa, a revista ainda se respalda afirmando que essas informações foram trazidas pela “ciência”.

Ao ler a reportagem completa, verificamos que ela até traz alguns aspectos positivos ao longo do texto, citando vários alimentos fontes de flavonóides, além de citar que o chocolate  amargo é o “ideal”, por conter maior quantidade de flavonóides e maior concentração de cacau  (apesar de em outros momentos, dar a entender que qualquer chocolate possui essas qualidades).

Contudo, algumas informações podem ficar confusas, por exemplo, a recomendação de consumir rúcula com “parcimônia” ou a falta de uma ressalva na quantidade de castanha do pará que deve ser consumida por dia.

Além disso, o ponto que mais nos chamou atenção, foi o estudo citado como base para o principal tema da matéria, ou seja, o chocolate. Buscamos o artigo original para entender um pouco melhor o estudo, porém ele não encontra-se totalmente acessível, estando disponível apenas o seu resumo. E qual não foi a nossa surpresa ao ler que apenas homens faziam parte da pesquisa?! Ao apresentar esses dados, a revista afirmou que o consumo de 63g de chocolate por semana, reduzia em 20% as taxas de derrame em homens e mulheres. Como a Veja não citou o nome dos autores e nem o título do artigo, fica um pouco difícil ter certeza de qual estudo foi utilizado, mas no resumo que encontramos o número de homens que teria participado da pesquisa é exatamente igual ao apresentado na reportagem, nos levando a crer que este foi o estudo utilizado (outros textos sobre o artigo que encontramos aqui e aqui).

É preciso buscar fontes seguras, através de textos científicos e de bons profissionais de saúde. Além disso, destacamos a importância de ler os rótulos e no caso dos chocolates, preferir aqueles que possuem mais cacau e menos açúcar, ou seja, os famosos amargos – o primeiro ingrediente da lista de um bom chocolate deve ser cacau (ou massa de cacau)!

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Notícias

4 Respostas para “Chocolate pode MESMO comer sem culpa?!

  1. Anônimo

    Ótima critica. Adorei, muito importante não ficar apenas na manchete de capa.A mídia não pode ser irresponsável. Parabéns

  2. Pingback: Chocolate pode MESMO comer sem culpa?! | DABUN'S PAGE

  3. produtor de cacau

    o que faz mau são as misturas que as industrias poe no chocolate, ele puro é um alimento completo e faz muito bem para saúde só é amargo

  4. Daniela Tavares

    Repare que os chocolates amargos disponíveis nos supermercados possuem 40% de gordura e o açúcar como 2° ingrediente em maior quantidade. Fora que o processamento do cacau conserva, na melhor das hipóteses, 75% do teor de flavonóides do cacau e, depois disso, até virar chocolate, mais e mais processos ocorrem, além de misturas – açúcar, aromatizantes. Será que fazem tão bem assim para a saúde? Não é mais fácil consumir vegetais – conhecidamente fontes de antioxidantes – no dia-a-dia…? Enfim, meu trabalho de conclusão de curso de Nutrição é todo sobre o chocolate amargo, essa matéria da Veja veio muito a calhar no momento da minha discussão. Vale a reflexão.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s