Nutricionistas na Mídia: Compromisso com a Informação de Qualidade

Por Camila Araújo.

Atualmente, existem diversas iniciativas e programas de TV falando sobre alimentação e nutrição. Contudo, em muitos destes, o nutricionista é apresentado na programação em segundo plano, mais como “coadjuvante”, não ocupando o seu devido papel (ou muitas vezes não ocupando papel algum, como vemos nos programas e iniciativas de alimentação e nutrição encabeçados por educadores físicos, médicos, “marombeiros”, repórteres e qualquer outro profissional que se interesse por alimentação).

262498_530620660317751_474704265_n

Fonte: Eu sou Nutricionista.
– Clique para ampliar –

Na verdade, o grande problema é a falta de qualificação dessas pessoas para falarem sobre o tema “alimentação e nutrição”. Não estamos falando que eles “só falam besteira”, mas apenas que muitos deles (e veja que muitos é diferente de todos) passam alguns conceitos e ideias equivocadas ao público, o que acaba culminando em uma “neura”, uma preocupação exagerada com detalhes que são os menos importantes – como é o caso das pessoas que preferem contar as calorias ingeridas a prezar pela qualidade da alimentação – como é o caso das pessoas que preferem optar por uma Coca Zero ao invés de uma banana, já que aquela não contém nenhuma caloria…

 A intenção pode até ser boa, mas muitas dessas pessoas acabam aplicando regras gerais para todo mundo, e essa generalização não é correta. A dieta da atriz famosa, mostrada na revista, pode ter sido maravilhosa pro emagrecimento e pra saúde DELA, mas pode ser uma DIETA DESASTROSA para uma outra pessoa! O alimento da moda pode ser excelente para a maior parte das pessoas, mas deve ser restrito por outras (gestantes, por exemplo, devem evitar o consumo de linhaça e canela, pois podem ter efeito abortivo). Como podemos perceber, as orientações nutricionais devem ser individualizadas porque, afinal de contas, ninguém é igual a ninguém e cada um tem uma necessidade. E somente um nutricionista é quem pode orientar a alimentação, caso a caso.

Por isso, resolvemos destacar algumas iniciativas em que o nutricionista é quem “lidera” e/ou assume uma participação “empoderada” na programação.

Um programa muito interessante transmitido na TV a cabo é o Socorro! Meu filho come mal, que mostra a realidade de algumas famílias, cujos filhos apresentam hábitos alimentares inadequados e pouco saudáveis – “criança que come demais de tudo, criança que faz cara feia pra qualquer coisa verde, criança que como todo dia a mesma comida” (veja mais aqui).

Para ajudar os pais a melhorar a alimentação de seus filhos, a nutricionista Gabriela Kapim “entra em ação” traçando metas a serem cumpridas pelas crianças e por toda a família (afinal, a alimentação da criança acaba, de alguma forma, sendo reflexo da alimentação dos pais). Além disso, a nutricionista faz visitas semanais para acompanhar a evolução da família. O programa merece destaque, visto que incentiva uma alimentação saudável (não só da criança, mas de toda a família), e ajuda a inspirar muitos pais para que repensem sobre como a alimentação e até a educação dos filhos é realizada dentro de casa.

obesidade - socorro

“Nutricionista ajuda menina de 10 anos a fugir da obesidade infantil”. Fonte: GNT.
Clique na imagem para ser direcionado ao vídeo do site.

Entre algumas iniciativas “independentes” destacamos a página Lembretes da Nutricionista (Por Isis Moreira), que faz atividades de educação alimentar e nutricional de uma forma inusitada: pelas redes sociais. A página informa, dá dicas e lança desafios incentivando as pessoas a adotar hábitos e e estilo de vida mais saudáveis.

isis

Fonte: Lembretes da Nutricionista (Por Isis Moreira).

Outra forma de educação e conscientização sobre a alimentação são os blogs de nutricionistas (quase sempre associados às redes sociais), os quais fazem muito sucesso na rede. Esse tipo de iniciativa é muito interessante, já que trazem reflexões sobre diversos aspectos que envolver o “comer”, trazem receitas que ajudam as pessoas a desenvolver a criatividade na cozinha e a inventar receitas mais saudáveis, enfim, tornam o tema “alimentação saudável” mais próximo da realidade das pessoas. Nesse sentido, destacamos o blog Fale Com a Nutricionista, escrito por Carol Morais.

blog carol morais

Fonte: Fale com a Nutricionista

Esses são apenas alguns exemplos das diversas atuações e participações do nutricionista na mídia. O profissional produz muito conteúdo, como podemos observar, mas muitas vezes isso não é conhecido pelo público. Buscar fontes de informação confiáveis é sempre a melhor opção, ainda mais quando o assunto é a nossa saúde.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s