Associação civil mexicana exige retiro imediato da publicidade da Coca-Cola

Por Mariane Bandeira.
Coca149Calorías3_300

A campanha publicitária da Coca-Cola “149 calorias” está causando indignação nos mexicanos. E não é pra menos. O México, assim como vários outros países no mundo, entre eles o Brasil, enfrenta uma grave epidemia de obesidade, principalmente entre os mais jovens. E lá o refrigerante da Coca-Cola mais consumido é o de 600ml – o equivalente a 16 pacotes de açúcar! Como é possível observar na figura acima, a marca utiliza sua famosa garrafa de vidro para ilustrar a quantidade energética (ou melhor, de calorias vazias). Contudo, essa embalagem é de 355ml, e não de 600ml. O problema está no fato de que a figura pode confundir os consumidores e leva-los a pensar que essa garrafa corresponde a de 600ml. Isso pode se caracterizar como propaganda enganosa, violando diversas leis, inclusive a Lei Federal de Proteção ao Consumidor.

Coca149Calorías1Para piorar a situação, nessa mesma campanha a marca utiliza imagens relacionando o consumo de Coca-Cola com práticas saudáveis. No México, 7 em cada 10 adultos e 3 em cada 10 crianças apresentam sobrepeso ou obesidade, e a maioria da população tem um consumo calórico elevado. E ingerir calorias extras provenientes de bebidas açucaradas significa aumentar os riscos com a saúde e, consequentemente, os gastos também. Uma pessoa com peso normal pode ingerir calorias extras e queima-las durante uma atividade física. Porém, uma pessoa com sobrepeso ou obesidade geralmente apresenta problemas no metabolismo, e tem mais dificuldade para gastar energia. E é importante considerar que grande parte dos mexicanos não praticam exercícios físicos. Logo, a ingestão dessas calorias irá contribuir para o ganho de peso.

Coca149Calorías2Outra questão levantada é que a Coca-Cola insiste no discurso furado que “calorias são calorias”, e isso definitivamente NÃO É VERDADE! As calorias provenientes das bebidas são calorias vazias, por não possuírem NENHUM benefício para saúde. E devido a grande quantidade de açúcar, o refrigerante eleva os riscos de danos metabólicos e surgimento da síndrome metabólica (caracterizada pelo acúmulo de gordura abdominal, baixos níveis de HDL – colesterol bom, triglicerídeos aumentados, hipertensão arterial e aumento da glicemia – açúcar no sangue).

Por último, existem várias evidências científicas de que o consumo elevado de açúcares podem desencadear vício. E a publicidade da  Coca-Cola induz de maneira abusiva o consumo cada vez maior da bebida. O que constitui um fator de risco para viciar as pessoas no produto.

Devido a todas essas justificativas, El Poder Del Consumidor exige o retiro imediato da publicidade da Coca-Cola.

 Fonte: El Poder Del Consumidor.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s