Hambúrguer 100% de carne “in vitro”

Por Mariane Bandeira.

14JPMEAT-popup-v2

Justo nessa semana, em que comemoramos o Food Revolution Day (Dia da Revolução Alimentar, tradução livre), um movimento que incentiva as pessoas a cozinharem e comerem comidas frescas e saudáveis (veja esse post), o jornal The New York Times divulga a reportagem sobre um cientista da Universidade de Maastricht, Países Baixos, que desenvolveu hambúrguer em laboratório e quer financiamento para produzir a iguaria em larga escala.

O hambúrguer foi montado a partir de pequenos pedaços de tecido muscular de carne cultivada em laboratório. A carne é produzida a partir de materiais como soro fetal de vitelo, usado como meio no qual se crescem as células. O líquido pode ser substituído por outro produto semelhante de origem não animal. Contudo, para levar seu projeto adiante, o cientista irá precisar de financiamento, mas garante que o projeto funciona e irá comprovar isso.

Ele pretende levar o hambúrguer artificial para ser servido durante um evento público, em Londres. O pesquisador, inclusive, fez testes de sabor e garante que, mesmo sem qualquer gordura, o tecido tem um gosto “razoavelmente bom”. O objetivo é mostrar ao mundo – e às potenciais fontes de financiamento em pesquisa – que a chamada carne in vitro, ou carne cultivada, pode virar uma realidade.

Como se já não bastassem a avalanche de alimentos industrializados, a utilização desenfreada de agrotóxicos e a criação de animais em abatedouros, com os hormônios e tudo mais, agora querem produzir carne em laboratório. E aqueles que defendem essa ideia, se baseiam na questão ambiental, pois, afinal de contas, a população está crescendo, precisamos de mais comida, etc.

Porém, se ao invés de investirem tanto no processo de industrialização, passarem a investir no desenvolvimento de técnicas mais eficientes e sustentáveis de produção e distribuição de alimentos, com certeza haveria uma solução para essas questões. Além disso, é preciso investir em programas de combate ao desperdício de alimentos, um problema sério que enfrentamos a muito tempo.

Para encerrar, vale a seguinte reflexão: será que é seguro para nós o consumo de tantos alimentos processados? Quais são as consequências reais a longo prazo?

Só o tempo irá dizer…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s